Pará registra a maior redução no número de assassinatos em todo o Brasil no primeiro trimestre de 2020
26/05/2020 12:03 em Notícias Informativas

Indo na contramão da maioria dos estados brasileiros, o Pará apresentou no primeiro trimestre deste ano, a maior redução no número de assassinatos em todo o país, comparado com o mesmo período do ano passado. A diminuição do número representa um reflexo das ações da Polícia Militar que, em conjunto com outros órgãos de segurança pública, vem atuando com protagonismo na diminuição da criminalidade nos municípios paraenses.

 

De acordo com o projeto Monitor da Violência, que é uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, no primeiro trimestre deste ano, o Pará foi o estado que apresentou uma redução de 23,1% no número de assassinatos, em relação ao mesmo período do ano passado. O número representa a preservação de 180 vidas.

 

Atrás do Pará, o Estado de Goiás teve uma redução de 22,5% seguido de Roraima com 22% e Rio Grande do Sul com 13,%. Outros estados também apresentaram redução nos números de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que são homicídio, latrocínio e lesão corporal seguido de morte. A diminuição do números destoaram da maioria dos outros estados do Brasil. 17 deles registraram aumento no número de mortes violentas.

 

A redução dos números de assassinatos é um reflexo de várias ações que a Polícia Militar do Pará vem adotando para garantir a segurança da sociedade paraense. Desde o ano passado, a PM lançou a Operação Polícia Mais Forte, que atua em pontos estratégicos de Belém e região metropolitana. A ação resultou em um aumento de 50% no número de viaturas existentes para atendimentos de ocorrência do Centro Integrado de Operações (Ciop). Este ano, a operação foi ampliada para o interior do Estado.

 

Diariamente, as tropas do Comando de Missões Especiais (CME) também têm reforçado a atuação da Polícia Militar. As equipes especializadas têm realizado o recobrimento nas áreas de atuação dos Batalhões para garantir a tranquilidade da população.  

 

“Intensificamos as ações da Polícia Militar, atuando em integração com os órgãos de inteligência, com a Polícia Civil, com a própria Segup e também com o sistema penal. Essa integração nos permite ter informações importantes e as operações são planejadas de acordo com os resultados das investigações’’, comentou o coronel Dilson Júnior, comandante-geral da PMPA. 

 

No ano passado, a Polícia Militar formou e entregou 530 novos policiais para atuar nas ações de policiamento preventivo, ostensivo e repressivo, além de entregar equipamentos coletes balísticos, viaturas, motocicletas, ambulâncias, armamentos e computadores. A Corporação vem investindo também em treinamentos, cursos operacionais e capacitações, como o V Curso Operacional de Rotam, concluído em novembro do ano passado. A medida ocorre para aumentar o nível técnico da tropa. 

 

Em março deste ano, período em que a pandemia de coronavírus ameaçava o país, a Polícia Militar do Pará sustou as férias de 916 policiais para que o efetivo atuasse no policiamento. Além disso, 150 cadetes do Curso de Formação de Oficiais (CFO) passaram a realizar o estágio supervisionado, reforçando ainda mais o policiamento em Belém e região metropolitana.

 

 

TEXTO ASCOM PM

Por: Matheus Soares - SD PM

Arte: Inês Catarina - VC PM

 

OUÇA AGORA A RÁDIO TERRA FM DE CAPITÃO POÇO PARÁ

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!